Consumo de energia dobrará com adoção de VEs, diz CEO da Tesla

Energia Solar | Rio de Janeiro

Consumo de energia dobrará com adoção de VEs, diz CEO da Tesla

A mobilidade elétrica segue crescendo no mundo. De acordo com relatório divulgado pela BloombergNEF, os VEs (veículos elétricos) serão responsáveis ​​por 10% das vendas de carros em 2025, com esse número aumentando para 28% em 2030 e 58% em 2040. 

Quem compartilha essa ideia é Elon Musk, CEO da Tesla. O executivo comentou que o consumo de eletricidade irá duplicar se as frotas mundiais de automóveis se tornarem elétricas, aumentando a necessidade de expandir as fontes de geração fotovoltaica e eólica. 

Musk ainda afirmou, durante palestra realizada em Berlim, na Alemanha, que aumentar a disponibilidade de energia sustentável será desafiador. “Levará mais 20 anos para que os veículos sejam totalmente eletrificados. É como no caso dos telefones, você não pode substituí-los todos de uma vez”, explicou. 

O executivo ressaltou que assim que os carros elétricos ‘estacionarem’ de vez no mercado mundial, a energia solar e eólica precisará ser armazenada, provavelmente por meio da tecnologia de baterias.

Investimento em renováveis

Quando se fala em Tesla, logo vem à mente novidades, inovações tecnológicas, carros elétricos, mas o fato é que a empresa também tem uma divisão de produtos para desenvolvimento de energia sustentável.

Introduzido em 2016, a divisão propõe uma forma simples de instalar painéis solares ao combinar os dispositivos com telhas ou materiais de revestimento em um mesmo objeto.

Em fevereiro deste ano, Elon Musk anunciou a produção de painéis solares 17% mais barato e com um aumento de 10% na conversão de energia.  

Europa ultrapassa marca de 500 mil VEs vendidos

Segundo levantamento realizado pela Schmidt Automotive Research, a Europa vendeu neste ano mais de 500 mil carros elétricos e já soma um recorde no continente. Só no Reino Unido, entre janeiro e outubro, foram comprados 75 mil automóveis. O número é mais que o dobro de 2019. 

Com relação às opções híbridas, as vendas ultrapassaram a marca de 1 milhão de unidades, somando Reino Unido e outros 17 países. Em 2019 foram 354 mil veículos.

Reino Unido proibirá venda de veículos a gasolina e diesel

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou em novembro que o Reino Unido vai proibir a venda de carros e vans movidos a gasolina e diesel a partir de 2030.

Ele apresentou um plano de revolução industrial verde, em que promete zerar as emissões de carbono do país até 2050 e gerar até 250 mil empregos em energia, transportes e tecnologia.

Fonte: O Globo – https://www.canalsolar.com.br/noticias/item/1347-consumo-de-energia-dobrara-com-adocao-de-ves-diz-ceo-da-tesla

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat